O dia do trabalhador é comemorado no Brasil e em vários países no dia 01 de maio, mas tudo começou em 1886, quando trabalhadores se uniram em uma manifestação pelas ruas de Chigaco, nos Estados Unidos, pela redução da jornada de trabalho para 8 horas diárias. Seguiram-se muitas outras manifestações em diferentes países, até os trabalhadores conquistarem seus direitos.

 

Com o progresso e os avanços tecnológicos, algumas mudanças ocorreram na forma de trabalhar. Novos cargos e funções foram criado, e depois da revolução industrial, o trabalhador passou a permanecer longos períodos em posturas estáticas, a realizar movimentos repetitivos, e o sedentarismo e suas doenças decorrentes aumentaram.

 

Hoje a doença que mais causa afastamento dos trabalhadores no mundo é a dor nas costas ou dor lombar, portanto, é importante que as empresas entendam a necessidade da promoção da saúde e a prevenção de lesões e patologias dentro do local de trabalho.

 

Mas a mudança também deve partir de nós, trabalhadores. Com pequenas atitudes como a troca de postura no local de trabalho a cada duas horas, o ajuste de sua estação de trabalho de acordo com sua altura, facilitando seu deslocamento e o exercício de sua função, fazer escolhas mais saudáveis como subir e descer escadas ao invés de utilizar a escada rolante, caminhar ao invés de utilizar o carro, além da prática de atividades físicas sempre que possível, de forma regular.

 

O corpo foi criado para se movimentar, e quando não respeitamos isso, doenças oriundas dessa falta de movimento podem surgir, como as hérnias discais, desgastes, tendinites, entre outras.

 

 

Portanto mexa-se!!!

 

 

E se essas pequenas mudanças não ajudarem, procure a ajuda de um profissional fisioterapeuta. 

 

 

 

 

  

Larissa Reis
Fisioterapeuta
CREFITO 3/216004-F

Compartilhe:
Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn