Segundo a história, o primeiro Dia dos Pais foi comemorado na Antiga Babilônia há cerca de 4000 anos atrás. Conta-se que um jovem fez um cartão de argila para o seu pai desejando-o as melhores coisas do mundo.

 

O primeiro Dia dos pais no Brasil foi em 16 de agosto de 1953, em uma tentativa de associar a data ao dia de São Joaquim, pai de Maria, Mãe de Jesus Cristo, visto que o Brasil era um país predominantemente católico. Depois passou se a comemorar  no segundo domingo de agosto por razões comerciais. 

 

Mas o que realmente faz de um indivíduo um pai? Seria aquele que perpetua seu gene? Aquele que sustenta e gere a casa? Aquele que educa, ama e protege? Nos tempos atuais este conceito ainda fica mais complicado se considerarmos os vários tipos de família existentes:  homens e mulheres, homens e homens, mulheres e mulheres. No entanto, ainda quando pensamos na figura paterna nos vem a imagem da figura forte, protetora que ama e educa. 

 

Então, comemoremos este Dia dos Pais com aquela pessoa que nos representa tudo isso: nosso pai, nossa mãe, algum parente ou simplesmente a pessoa que nos acolheu como filho em seu coração. 

 
 
 
Feliz Dia dos Pais!!! 

  

 

  

 

Patrícia Oliveira Rosolem
Fisioterapeuta
CREFITO 344553-F

Compartilhe:
Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn